terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Lança

Branca
Majestosa
Imóvel
Estática
Aguarda o melhor momento...
De repente o alvo
E sozinha,
Não vacila,
Lança sua lança...
Para então, saborear seu alvo.
Mais uma vez majestosa...
À espreita
À beira da praia,
Em meio às flores,
Às pedras...
Lá está ela
Sublime, altiva
Vendo sem ver
Sua presa
Numa paisagem exuberante
Quem vai dizer?

Nenhum comentário: