sexta-feira, 25 de março de 2011

Um Encontro

Despretensioso
Um encontro
Dois em busca de...
Despretensioso
Um jantar
De carne
De olhar
De buscar
De tentar
Adentrar
No carro, bastou uma palavra
E uma meia volta
Para tudo mudar
O que poderia terminar com um boa noite
Muda como o luar
Chega despretensioso
Produz arrepios
Arranha a carne
Arranca suspiros
O coração pulsa
O carro estaciona
Sob os olhares do ciclista
Gira a chave e sai...
Na garagem uma pegada
Dois pulsantes
Um jato
Um grito
E uma noite
"A noite é uma criança"
Para os amantes
Despretensiosos
Uma emoção
Contagiante
Que arrepia...
Só de pensar!
Até o próximo
É só ligar a chave
E estaremos lá...
Despretensiosos
Comer com os olhos
O prato da vida
Que contagia
E que nos deixa extasiados
Que delícia!!

Nenhum comentário: